Revista Giz

02 Fev 2017 - Abr 2017

#2 | Nenhuma Nudez Será Castigada

DROPS

Paz e pé na areia: hotel Byblos, em Saint Tropez, Sul da França, é puro charme

Construído para servir de presente à atriz Brigitte Bardot, o Hôtel Byblos ficou ainda mais famoso depois de hospedar Bianca e Mick Jagger em sua (tórrida) lua de mel e virou sonho de consumo para quem busca paz, pés descalços e nada mais

  • 19 junho 2017
giz-2-hotel-byblos-saint-tropez

O prédio principal do Byblos, erguido nos anos 1960 pelo bilionário Jean-Prosper Gay-Para, que era apaixonado por Brigitte Bardot e quis presenteá-la com a construção.

A fama do Hôtel Byblos, em St Tropez, se estabeleceu de uma vez por todas em 1971, quando o Rolling Stone Mick Jagger e a top model Bianca Jagger escolheram o local para sua lua de mel – hoje, uma das salas do spa Sisley segue preservada tal e qual sua versão original onde, dizem, rolou a mais ebuliente festinha do casal. Bianca e Mick ocuparam a suíte presidencial – mais de 180 m2 com vista para a piscina escoltada pelo trabalho artístico de Roger Capron (1922-2006), um dos pupilos/BFFs de Pablo Picasso (1881-1973) e cujas obras pipocam pelos corredores do Byblos.

giz-2-byblos-saint-tropez-restaurant-rivea-by-alain-ducasse

Detalhe do restaurante Rivea, arquitetado por Antonio Citterio e sob comando do chef Alain Ducasse

Também no campo de visão da suíte “Satisfaction” (risos) está o restaurante/bar B – café da manhã debaixo de limoeiros, almoço à beira da piscina, petisco com vista para o mar ou drinks no bar com música ao vivo? Você decide. Parte essencial da experiência no Byblos, o restaurante Rivea tem caçarolas sob comando do estrelado chef francês Alain Ducasse e arquitetura assinada pelo italiano Antonio Citterio – destaque para as luminárias tétricas com vidros canelados que o mestre criou sob medida para o hotel e para o poderoso set de pendentes Lacrime del Pescatore, do gênio Ingo Maurer. Destaque maior ainda são os quitutes, trufas e invencionices de Ducasse à mesa.

giz-2-ipanema_with_starck

Quem quiser bater perna, a poucos metros de distância do cinco estrelas (o Byblos é o único hotel ao sul da França na categoria “palácio”) fica a praça central de St Tropez e todas as principais ruas de comércio: tire uma tarde livre para sua shoppingterapia e vá afogar as mágoas na Damonte & Lacarrieu – loja bacanuda com peças de design garimpadas, de velas e vasos Fornasetti a acessórios Tom Dixon e que tais. Mas, se sua ideia é desconectar para conectar, reserve tempo para curtir o Le Club 55 (a poucos minutos de carro do Byblos), um dos mais bacanas da região, pé na areia total e com vista para o mar.
A sandália Ipanema by Philippe Starck: a cara do balneário

*O jornalista viajou a convite do Hôtel Byblos

Hôtel Byblos Saint-Tropez
byblos.com