Imensidão Azul: Sicilia é o destino italiano que encanta pelas cores e sabores

A Sicília encanta pelas paisagens desconcertantes, personagens intrigantes, culinária descomplicada e povo animadíssimo

  • Por:Patricia Favalle
  • 8 dezembro 2016
giz-viagem-hotel-belmond-villa-santandrea-italia-sicilia-foto-divulgacao-09

Vista aérea do hotel Belmond Villa Sant ‘Andrea, Taormina Maré, Costa Siciliana,  Italia

Roma é o centro das rotas que trazem viajantes do mundo todo a fim de desbravar trechos tão peculiares do solo italiano. Com voos diretos entre as mais importantes capitais do globo, a Alitalia (alitalia.com) renovou a frota e acaba de inaugurar a sua nova classe economy confort, que tem excelente custo-benefício para quem quer cruzar o Atlântico sem enfrentar o desconforto do jet lag. Nas conexões internas, o Norte é ideal para quem curte design, arquitetura e moda, enquanto o Sul da “bota” desponta como menina dos olhos para os aventureiros ávidos por recepções calorosas, figuras curiosas, tradições levadas à risca e comidas capazes de fazer até a musa vintage Greta Garbo perder a linha.

Sem conjugar o futuro

Na ponta extrema da Itália, os hábitos e os moradores soam mais divertidos, com aqueles gestos impulsivos e falatório a muitos decibéis de altura, bem parecidos com os dos conterrâneos brasucas. Catânia é a cidade mais estruturada da região do Monte Etna – solo sagrado da mitologia grega, que atribui os jazigos dos gigantes Tifeu e Encélado exatamente sob as rochas incandescentes. O roteiro tem seu charme, com igrejas contadas às centenas, avenidas enormes e comércio aquecido. Entre a sina colossal, há espaço para pessoas interessantes, como Ruggero Moncada, herdeiro do Palazzo Biscari, Alberto Graci, dono da vinícola Graci, e Marella Ferrera, artista plástica que une texturas do design e da moda para dar vazão às suas crias.

giz-viagem-hotel-belmond-villa-santandrea-italia-sicilia-foto-divulgacao-01

Outra vista das dependências do hotel Belmod Villa Sant’ Andrea, Taormina Mare, Costa Siciliana,  Itália

Começando pelo nababesco Biscari (palazzobiscari.com), o tour é comandado pelo próprio conde Ruggero, que explica como o prédio datado do século 17, desenhado por Alonzo Di Benedetto, com afrescos de Matteo Desiderato e Sebastiano Lo Monaco, além de vista lateral traçada pelo escultor Antonio Amato, incorporou – sem traumas – as intervenções de Giuseppe Palazzotto e de Francesco Battaglia. Colado a ele está o ateliê-loja de Marella (facebook.com/Marella-Ferrera), onde é possível ter uma panorâmica de suas incursões experimentalistas, com forte influência siciliana. A visita termina com um brunch na Graci (graci.eu), depois de uma aula do sommelier Alessandro Pugliesi sobre as uvas locais e a melhor forma de degustar a bebida, que tem seleção que combina com queijos, figos da Índia e embutidos.

giz-viagem-hotel-belmond-villa-santandrea-italia-sicilia-foto-divulgacao-014-2

Fachada e gastronomia do hotel Belmond Villa Sant’andrea, Taormina Mare, Costa Siciliana,  Itália

Nas redondezas está a bela Taormina, típica comuna sulista, que tem em seus domínios o Villa Sant’Andrea e o Grand Hotel Timeo, ambos da rede Belmond. O primeiro é mais cool, ideal para famílias e casais jovens que adoram colocar o pé na areia e dançar ao som de um músico que dedilha Beatles tão bem como o classicão Brucia la Terra, de Nino Rota, que inspirou a música-tema do filme O Poderoso Chefão. Já o Timeo, de 1853, vizinho das ruínas do Teatro Grego, de 3 a.C, guarda a atmosfera romântica, com toques elegantes exibidos no mobiliário barroco e na vista para os penhascos. O público que circula por seus corredores curte drinques elaborados pelo barman Alfio Liotta e não perde a culinária que tem pescado, frutos do mar e cordeiro regada aos quitutes como granita – um sorbet de frutas denso servido no brioche –, doces de amêndoas e muitos cannolis encomendados da Pasticceria Roberto.

giz-viagem-belmond-grand-hotel-timeo-italia-sicilia-foto-divulgacao-04

Dependências do Belmond Grand Hotel Timeo, Taromina Mare, Costa Siciliana,  Itália

No dialeto da Ilha, o verbo sempre é dito no presente. Talvez seja uma forma de contemplar a vida sem se dar conta da fúria do Etna, tido como um dos vulcões com maior potencial para destruição do planeta. A tranquilidade é uma característica taorminense, assim como as testas e os pinecones (cabeças e pinhas de cerâmica) usados como vasos e talismãs, e a medusa de três pernas, chamada de Trinácria, que ilustrou textos de Homero e de Dante Alighieri, e estampa bandeiras e adornos incrustados nas portas e em brasões.

giz-viagem-belmond-grand-hotel-timeo-italia-sicilia-foto-divulgacao-012-01

Outra vista do Belmond Grand Hotel Timeo, Taormina Mare, Costa Siciliana,  Itália

Fervilhante, a city tem vocação para as baladas. Em suas esquinas labirínticas estão casas noturnas, bares e restôs, que no auge da temporada recebem pesos-pesados que vão de Domenico Dolce e Stefano Gabbana a top model Naomi Campbell. E todos vão atrás de festas sem flashes. É essa a essência local: brilhar sem ofuscar – uma ode capaz de enfeitiçar a gregos e a troianos.

Belmond Villa Sant’Andrea
Via Nazionale 137, 98039, (39) 0942 6271 200, Taormina Mare, Sicília, Italia.
belmond.com

Belmond Grand Hotel Timeo
Via Teatro Greco 59, 98039,  (39) 0942 6270 200, Taormina Mare, Sicilia, Italia
belmond.com

 

 

*A jornalista Patrícia Favalle viajou a convite da Alitalia e do Grupo Belmond.