Para além dos jardins sensoriais da Deca: o dedo-verde de Alex Hanazaki na Casa Cor SP 2017

O arquiteto-paisagista consagrado pela Asla fez o jardim do Yamagata Arquitetura, a vegetação no espaço de David Bastos e cuidou dos vasos da varanda de Marina Linhares

  • 6 junho 2017

Além do jardim sensorial que Alex Hanazaki projetou para a Deca – e que está sendo um dos spots mais comentados e fotografados da 31ª Casa Cor SP 2017 –, o paisagista premiado pela Asla (Sociedade Americana de Arquitetos Paisagistas, em português) esverdeou outros ambientes na Mostra.

yamagata---01

A residência contemporânea de 185 m² feita pelo escritório carioca com filial paulistana Yamagata Arquitetura, comandado por Paloma Yamagata, Aldi Flosi e Bruno Rangel, é inteiramente integrada ao jardim. Projetada pelos profissionais em parceria com Hanazaki, a parte verde da Casa Niwa – “jardim”, em japonês – traz um conceito minimalista, afetivo e com toques orientais em que figuram, em sua maioria, espécies de troncos e galhos finos.

yamagata---03

“A ideia era criar um jardim que fosse uma extensão do living e com uma linguagem com inspirações nipônicas”, comenta o arquiteto-paisagista. Para isto, ele explica que foi utilizada uma estética mais racionalista no desenho dos pisos, para o que se escolheu o Braston, um revestimento quadrado acinzentado drenante junto a pedriscos, o que faz com que o terreno permaneça permeável e ganhe pontos no quesito sustentabilidade. Na vegetação, o profissional optou por inserir bambus-áurea para fazer o pano de fundo, e três magnólias, árvores que conferiram um ar mais bucólico para ter “a sensação de ombrelones naturais e de se estar protegido sob copa de árvores”. A forração é garantida pela espécie chamada barba-de-serpente, uma gramínea rasteira que promove o acabamento do jardim.

yamagata---04

“Foi um projeto feito a várias mãos: eles [Yamagata Arquitetura] tinham a arquitetura de cenário de fechamento do jardim, onde se utilizou a mesma madeira queimada de toda a casa desenvolvida por eles próprios, e se valeram de espelhos revestindo uma das paredes para criar uma amplitude em todo o jardim”, explica Hanazaki. Para completar a noção de uma grande sala de estar ao ar livre, móveis da Dedon.

david-bastos---01

No espaço de David Bastos, “Experiência Ornare About Love”, foi utilizada brita de forração e o mesmo bambu-áurea para dar um efeito na fachada lateral. “Foi para ter uma parcela de vegetação para que, quando a pessoa entrasse, tivesse da janela uma vista verde”, conta. “É também para conferir privacidade em relação ao entorno.”

marina-linhares---02

A varanda da Casa Decortiles, da Marina Linhares, inspirada em Aspen, já estava com a piscina feita e planejada. Hanazaki entrou com alguns vasos com oliveiras e plantas que remetessem ares meio bucólicos e românticos.

Período: de 23 de maio a 23 de julho
Horário: Terça a domingo, das 12h às 21h
Local: Jockey Club de São Paulo
Endereço: Avenida Lineu de Paula Machado, 1075, Sâo Paulo

Ingressos:
De terça a quinta-feira
Ingresso inteiro: R$ 56 /  Meia entrada: R$ 28
Sexta, sábado, domingo e feriados
Ingresso inteiro: R$ 70 / Meia entrada: R$ 35
casacor.abril.com.br