Calu Fontes: arte, azulejo e objetos decorativos com muita cor e amor

Conheça o trabalho da artista plástica “sotero-paulistana” que há mais de duas décadas se dedica a criar ilustrações com azulejos, cerâmicas e objetos decorativos

  • 22 Fevereiro 2017

GIZ-Design-Calu-Fontes-peixes-tramas-2

Murais de azulejos repletos de cor, acessórios para servir como copos, pratos, bowls além de moringas com ilustrações de dar inveja e até cubas e pias cheias de estilo. Essas são algumas das criações que compõem o portfólio de trabalhos da artista plástica Calu Fontes, paulistana formada em arquitetura pela FAU do Mackenzie, em São Paulo, e especialista em lindas ilustrações feitas em azulejos, cerâmicas e diferentes materiais como vidro.

GIZ-Design-Calu-Fontes-garoafotografia-6870

Filha de baianos soteropolitanos, mas nascida e criada na capital de Sampa (o que leva Calu a se autointitular como “sotero-paulistana”), a artista descobriu há mais de 20 anos sua vocação pelo desenho e o trabalho com azulejos. “Quando entrei na faculdade, já no primeiro semestre, fui estagiar em um ateliê de cerâmica, ao contrário dos meus colegas de turma que estagiavam em escritórios de arquitetura. Como eu sempre gostei de desenhar desde pequena (adoro aquarela, nanquim, pastel seco, colagens) aprendi a técnica da pintura em cerâmica e passei a transpor aqueles grafismos e desenhos do papel para a superfície esmaltada”, relembra a artista.

GIZ-Design-Calu-Fontes-garoafotografia-6960

Nos anos 2000, ao receber um pedido para restaurar uma capela em Ilhabela, litoral norte de SP, teve a ideia de ilustrar azulejos e desde então não parou mais. “Tenho um olhar amoroso para o azulejo há muito tempo, mesmo antes de descobrir este material. Muitas vezes garimpo peças antigas em cemitérios de azulejos e trabalho em cima delas. Uma nova história para uma peça que já chegou com história”, pontua. A inspiração para criar as ilustrações de dar inveja vem tanto de clássicos como Joan Miró, Burle Marx, do Athos Bulcão e Maria Keil, como da observação da cidade, da arquitetura, da forma e das cores.

GIZ-Design-Calu-Fontes-ladrilho-mar

A música, a poesia, a natureza (particularmente o universo marinho) são também fontes constantes de inspiração para Calu. Segundo ela, tudo é fonte de estímulo para o trabalho, a exemplo de uma simples folha e suas ramificações, que podem virar uma textura ou estampa. “Gosto de misturar elementos de diferentes culturas e habitats em uma mesma peça, em um vaso que ilustro podemos ver uma deusa indiana, ao lado de uma girafa, uma flor, um planeta, uma alga marinha, uma lamparina. Não me prendo em combinações de cor nem de temas”, explica.

GIZ-Design-Calu-Fontes-ladrilho-decortiles

Entre as novidades da artista plástica para o ano de 2017 está o lançamento oficial de sua coleção de cobogós feita em parceria com a brand Decortiles e que tem apresentação marcada para a Expo Revestir, evento considerado a fashion week da arquitetura e construção realizado em São Paulo entre os dias 07 e 10 de março. “Nessa linha de produtos eu trabalhei com os volumes, as linhas, texturas, ventilação e geometria. As cores saíram um pouco de cena para dar espaço aos tons básicos de branco, cimento e concreto. Mas os volumes podem ser pintados no local da obra de acordo com o projeto ou desejo do cliente/arquiteto”, diz Calu.

GIZ-Design-Calu-Fontes-garoafotografia-7024

Outra novidade recém desenvolvida pela artista é a linha exclusiva de copos, xícaras, moringas e bowls de vidro feita para a Dpot Objeto. “Trabalhei com a superfície transparente pela primeira vez e adorei o resultado. Os desenhos passeiam pelos grafismos e pelo universo marinho, com uma estampa de Sereia, inclusive”, conta a bela.

Calu Fontes
R. Afonso José de Carvalho, 242, São Paulo. T (11) 3034 0352. calufontes.com

Conteúdos Relacionados