Juliano Aguiar mergulha na tradição artesanal do Brasil para exposição

Trabalhos do mineiro ficam em cartaz até o fim de novembro em Santa Catarina, na Galeria Helena Fretta

  • 7 novembro 2016
giz-juliano-aguiar-cenario-brasileiro-mariana-boro-1

O mineiro Juliano Aguiar

O artista Juliano Aguiar passou dois anos percorrendo o país e fazendo pesquisas sobre os fartos artesanato e botânica nacionais. Agora o resultado deste mergulho ficará em cartaz em Santa Catarina. A exposição “Cenário Brasileiro”, que abre no dia 04 na Galeria Helena Fretta, na capital Florianópolis, traz um recorte da identidade artesanal do país.

“Trazer essa visão para a arte é importante para se perceber como a influência do artesão se faz muito presente no nosso dia a dia e, muitas vezes, passa despercebida face ao contexto globalizado e tecnológico em que vivemos”, destaca Aguiar em comunicado à imprensa. O acervo reúne 26 peças, entre esculturas, telas a óleo e aquarelas.

giz-juliano-aguiar-cenario-brasileiro-mariana-boro-3

O Crânio natural e antigo recebe libélulas feitas em ouro 18 com asas em ametistas brasileiras ,no corpo do inseto pedras de granada. É a representação da Caatinga no Sertão.

“O convívio na infância com o interior, o campo, a terra, os costumes e tradições surgem nas minhas obras de forma clara e expressiva. A partir da composição artesanal de materiais como capim dourado, rendas de bilro, joias em pedras brasileiras e tecelagens, aliada a pinceladas volumosas e técnicas variadas, mergulhei em regiões brasileiras que nunca imaginaria. Como o Jalapão, no Tocantins, por exemplo, ou até mesmo tribos indígenas no Amazonas”, explica. A exposição fica em cartaz até o fim do mês.

Cenário Brasileiro – Juliano Aguiar (em cartaz até 26/11)
Rua Presidente Coutinho, 532, Centro, Florianópolis, Santa Catarina.
helenafretta.com.br

Conteúdos Relacionados