Anita Schwartz Galeria de Arte apresenta “Laços – Marcela Flórido”

A mostra reunirá pinturas inéditas, em grande formato, que discute o papel da mulher, o afeto e o tabu da figuração na arte contemporânea brasileira

  • Obras de arte:Marcela Flórido
  • 20 dezembro 2017
Moletom-e-coração_oleo-sobre-tela_2017_183-x-153-cm

Moletom e coração, óleo sobre tela, 2017

A exposição “Laços – Marcela Flórido”, com pinturas inéditas em grande formato da artista carioca, nascida em 1988, e baseada em Nova York estará em crtaz a partir de 10 de janeiro de 2018. Em 2008, a estudante da Escola de Belas Artes da UFRJ foi selecionada para uma bolsa na Foundation in Arts and Design na Central Saint Martins, em Londres, ingressando no ano seguinte no curso de pintura da prestigiosa Slade School of Fine Art, em Londres, onde se graduou em 2013. Em seguida, foi selecionada pela Yale School of Art, nos EUA, onde fez seu mestrado em pintura de 2013 a 2015.

Laço_Oil-on-canvas_2017_157-x-127-cm

Laço, óleo sobre tela, 2017

Há um ano Marcela Flórido tem seu ateliê em um galpão industrial no Brooklyn, Nova York, que compartilha com outros quinze artistas dando continuidade a uma prática que sempre prezou: o convívio e a troca de informações e críticas com amigos de ofício. O local proporciona convivência e troca de ideias na prática imersiva e solitária da pintura. Ela mantém constante contato com os amigos das três cidades em que tem vínculos profissionais: Rio de Janeiro, Nova York e Londres, e desde 2013 se corresponde com Anita Schwartz, que acompanha à distância sua trajetória.

Retrato-Noruega_oleo-sobre-tela_2017_147-x-117-cm

Retrato Noruega, óleo sobre tela, 2017

Para sua primeira exposição individual na Anita Schwartz Galeria, Marcela Flórido produziu cinco pinturas a óleo em grande formato, em cores vibrantes, que trazem como elemento comum a figura de um coração, presente nos trabalhos recentes da artista. Suas pinturas densas evocam uma atmosfera emocional em cenas de romance e conflitos em paisagens familiares a ela. Apesar de morar fora do Brasil há mais de nove anos, ela não se desconecta das questões do país, e um de seus interesses é a presença da figuração na arte brasileira. A artista também discute em seu trabalho um excesso de elegância, a grande presença da herança construtivista, e um “certo tabu” com a figura feminina.

Deserto-e-corações_oleo-sobre-tela-_2017_183-x-153-cm

Deserto e corações, óleo sobre tela, 2017

Anita Schwartz Galeria de Arte 
Abertura: 10 de janeiro de 2018, às 19h
Visitação pública: 11 de janeiro a 17 de fevereiro de 2018
R. José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, Rio de Janeiro.
T ( 21).2274 3873
Horário: 10h às 20h, de segunda a sexta, e das 12h às 18h, aos sábados
anitaschwartz.com.br