E o vento levou

“Tower of Biodiversity”, projeto do escritório de Édouard François, tem prédio que funciona como semeador gigante

  • Por:Odhara Caroline
  • 18 novembro 2016

giz-arquitetura-tower-of-biodiversity-paris-tour-de-la-biodiversite-home

Um semeador de 50 metros de altura: é uma forma simples de descrever a Tower of Biodiversity, projeto do escritório de Édouard François. Desde seu esboço, a iniciativa carrega em si uma funcionalidade retórica: levantar o debate em torno do urbanismo feito nos moldes dos antigos vilarejos, que condenam fortemente a verticalização nas cidades – a ideia é oferecer uma alternativa viável e digna para o planeta cada vez mais populoso e com menos espaço disponível.

giz-arquitetura-tower-of-biodiversity-paris-tour-de-la-biodiversite-015

A Tower of Diversity é uma junção bem sucedida da sustentabilidade e das grandes alturas. Uma exceção ao limite de 37 metros de altura para prédios do plano-diretor parisiense, o principal prédio do projeto tem 50 metros e sua fachada é recoberta de painéis reciclados de titânio verde, que brilham ao sol. Se estendendo por toda a fachada e cobrindo um jardim no terraço do prédio, foi acrescentada uma outra fachada de aço inoxidável e vazada.

giz-arquitetura-tower-of-biodiversity-paris-tour-de-la-biodiversite-pierre-l-excellent-08

“A altura do prédio é um elemento chave para sua capacidade de regenerar a biodiversidade urbana”, afirma o escritório de François. A ideia é que as plantas da mata nativa local que foram distribuídas pelos 50 metros da construção possam crescer subindo pela fachada externa do prédio, e suas sementes se espalhem com o vento.

giz-arquitetura-tower-of-biodiversity-paris-tour-de-la-biodiversite-014

Os prédios adjacentes do plano são menores e mais simples, com fachadas de metal em zinco e alumínio e jardins na cobertura. Eles se distribuem nas esquinas do quarteirão do projeto, rodeando um jardim público que se estende por sua parte interior.

edouardfrancois.com

Conteúdos Relacionados