Revista Giz

02 Fev 2017 - Abr 2017

#2 | Nenhuma Nudez Será Castigada

Casa Lótus: projeto de Kengo Kuma, no Japão, residência opera no limiar entre o vazio e o preenchido

A residência faz uso de uma técnica de suspensão de placas ultra-finas de mármore travertino por meio de barras de aço inoxidável para obter o efeito final de padronagem que remete a um tabuleiro de xadrez

  • Fotos:Daici Ano
  • 8 maio 2017
giz-2-kengo-kuma-casa-lotus-3

Vista do interior da Casa Lótus, próxima a cidade de Tóquio, Japão

“Uma casa próxima a um rio de águas calmas, no coração das montanhas. Vislumbrei um espelho d’água repleto de lótus entre a casa e o rio, de modo que ela pudesse ser conduzida por meio das flores até ele, se estendendo até a margem oposta. A arquitetura da Casa Lótus é basicamente composta por espaços vazios. É dividida em duas alas, com o terraço no meio que serve de elo entre a madeira da construção e as árvores à beira do rio.” Revela o arquiteto prestigiado que projetou a Japan House SP, projeto que acabou de ser inaugurado na capital paulistana, confira AQUI a entrevista exclusiva com Kengo Kuma.

giz-2-kengo-kuma-casa-lotus-1

O painel vazado que envelopa a casa e é submergido em sua base no espelho d’água natural que escolta a construção

“Queria paredes leves, através das quais o vento sopra, mas que fossem feitas de uma matéria-prima improvável. São placas de mármore travertino finíssimas (30 mm de espessura), suspensas por barras de aço inoxidável para constituir uma padronagem porosa de tabuleiro de xadrez. A superfície perfurada toma vantagem da textura rochosa – de modo semelhante ao que eu já havia feito no Stone Museum [em Nasu, ao norte do Japão], em 2000.”

giz-2-kengo-kuma-casa-lotus-4

A técnica de suspensão de placas ultra-finas de mármore travertino, por meio de barras de aço inoxidável dá efeito final que remete a um tabuleiro de xadrez

“Desta vez, detalhes ainda mais leves foram viabilizados por meio do uso de uma estrutura de barras que se encaixam: uma barra de aço inoxidável é conectada na extremidade em sanduíche com as duas barras de cima e as duas barras de baixo. Esse sistema permite que a tela seja flexível ao movimento e às forças externas. A placa de mármore travertino é presa a esse sistema em corrente e como a espessura da corrente é inferior à do painel rochoso, o elemento de suspensão praticamente desaparece e a pedra aparenta flutuar. A leveza da rocha natural serve como tradução arquitetônica da delicadeza das pétalas da flor de lótus.” Kengo Kuma

giz-2-kengo-kuma-casa-lotus-5

A proposta maximiza o uso da luz e da ventilação naturais, integrando a morada aos seus entornos de acordo com a filosofia arquitetural de Kuma

Kengo Kuma & Associates
kkaa.co.jp